Notícias

Plaenge construirá fábrica da maior exportadora brasileira de café solúvel no ES

30/10/2019

A Plaenge inicia em Linhares (ES) a construção da nova indústria da Companhia Cacique de Café Solúvel. A obra - que receberá investimentos de US$ 60 milhões - terá área construída de mais de 19 mil m² em terreno de 500 mil m². Foi desenvolvida tipologia diferenciada para atender as características produtivas da empresa. A fábrica será construída de acordo com os conceitos de automação da chamada indústria 4.0.
 
O prazo de execução da obra é previsto em 14 meses e, no pico da construção, serão mais de trezentas pessoas envolvidas no projeto, o que significa geração de empregos e renda para o município de Linhares antes mesmo do início de operação da fábrica. A pedra fundamental da nova planta industrial foi inaugurada no dia 25 de outubro, em Linhares, com presença do governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, do prefeito de Linhares, Guerino Zanon, e diretores das duas empresas.
 
A Plaenge será responsável por todas as etapas da obra, o que inclui os projetos executivos, construção civil e montagem eletromecânica. Será usada a moderna tecnologia BIM, uma ferramenta que permite a construção virtual antecipada do empreendimento, reduzindo assim as interferências em campo e o prazo de execução de obra. Como é padrão da Plaenge, toda a execução da fábrica será adequada às boas práticas de engenharia e sustentabilidade.

“É uma honra participar da construção de uma nova indústria para o município de Linhares ao lado da Companhia Cacique de Café Solúvel. É um projeto que vai fomentar ainda mais a próspera indústria do Espírito Santo”, afirma Ednelson Ivantes, diretor da Plaenge.

 
Cia Cacique
 
A Companhia Cacique de Café Solúvel é líder na produção e exportação de café solúvel no país. A fábrica será construída numa área totalmente estratégica. “Vamos construir em um estado que é considerado o maior produtor de café conilon do país, principal matéria-prima para a produção do café solúvel. Além dos empregos criados durante a fase de construção, geraremos 800 novos empregos, diretos e indiretos, quando estivermos
operando em 2021 com capacidade de 12 mil toneladas de café solúvel ao ano”, sinaliza o diretor comercial da Cacique, Pedro Guimarães.
 
Ele explica que o acordo entre Mercosul e União Europeia, com redução da taxa de importação dos 9% para zero a ser realizada, gradativamente, em quatro anos, incentivou a companhia a acelerar os investimentos. “A União Europeia é um mercado extremamente importante e o segundo principal destino das exportações de nossa empresa. Estima-se que o mercado brasileiro de café solúvel aumente em 35% suas exportações para o continente europeu nos próximos cinco anos”, ressalta Guimarães.
 
E para este ano, as expectativas da Cacique são otimistas. “Pretendemos aumentar em 4% o volume de vendas, fechando o ano com 31,3 mil toneladas/ano”, ressalta o diretor comercial.

Plaenge construirá fábrica da maior exportadora brasileira de café solúvel no ES

30/10/2019

O projeto, com mais de 19 mil m² de construção, receberá investimentos de US$ 60 milhões

Plaenge Industrial inicia obras de ampliação de fábrica da Mondelez

12/12/2017

Projeto na unidade de Vitória de Santo Antão, em Pernambuco, deve ser concluído ainda no primeiro semestre de 2018

Geo Energética recebe certificação Zero Energy, do GBC Brasil

06/09/2017

Construída pela Plaenge Industrial, unidade foi reconhecida por apresentar autossuficiência energética e geração por fontes renováveis

Plaenge constrói a primeira indústria 4.0 para a Coca-Cola Andina

22/08/2017

Inovações apresentadas na nova unidade foram destaques em feira internacional de tecnologia

Diretores da Coca-Cola visitam as obras da nova fábrica no Rio de Janeiro

03/04/2017

Executivos de diferentes países da América do Sul foram conhecer os diferenciais do empreendimento executado pela Plaenge Industrial